• Home
  • Notícias
  • PROGRAMAÇÃO
  • Promoções
  • Blog's e Colunas
  • Equipe 87FM
  • Fale Conosco
  • ADM
  • Mural de Recados

Sáb21072018

Sarney despede-se do Senado

27jun2014---em-foto-de-13-de-maio-o-ex-presidente-e-senador-jose-sarney-e-o-ex-ministro-sepulveda-pertence-o-ministro-dias-toffoli-toma-posse-como-presidente-do-tse-tribunal-superior-eleitoral-1403878176984_300x300Foto: Pedro Ladeira – 27.jun.2014/Folhapress

Em seu último discurso na tribuna do Senado, na tarde desta quinta-feira (18), o senador e ex-presidente da República José Sarney (PMDB-AP), disse que seu Estado natal, o Maranhão, “está numa vanguarda” do país. Sarney, que não disputou as eleições neste ano, não terá mandato parlamentar no ano que vem. No Maranhão, o candidato apoiado por ele nas eleições de outubro perdeu para Flávio Dino (PC do B).

Sarney subiu à tribuna para um plenário praticamente vazio e disse que não gostaria de fazer um discurso de despedida. Ao agradecer ao povo do Maranhão, Sarney citou índices econômicos e sociais do Estado e lamentou a forma como a mídia o retrata. Em sua fala, ele chamou ainda o golpe militar de 1964 de “revolução”.

“Esses números sem dúvida chocam porque a nossa mídia faz parecer que o Maranhão é exemplo de um crescimento menor, mas na realidade, ele está numa vanguarda”, disse.

“Acabaram as lideranças no Brasil. Talvez a coisa pior que a revolução fez no Brasil foi ter acabado com os partidos no Brasil”, disse Sarney a fazer uma crítica ao sistema político brasileiro.

Sarney

 Biografia

José Ribamar Ferreira de Araújo Costa nasceu na cidade de Pinheiro, Maranhão, em 24 de abril de 1930. A vida política começou cedo, no início dos anos 50, quando após formar-se em Direito, em 1954, foi escolhido como suplente do deputado federal pela UDN (União Democrática Nacional).

Foi eleito por dois mandatos como deputado federal (1958-1965) e, como um dos líderes do grupo progressista da UDN, defendia entre outras bandeiras, a reforma agrária no início dos anos 60. Em 1964, fez oposição ao golpe militar que depôs o presidente João Goulart. Com a instituição do bipartidarismo, em 1965, aderiu ao partido governista Arena (Aliança Renovadora Nacional). Foi nessa época que passou a usar nome Sarney, adotado em homenagem ao pai, Sarney de Araújo Costa.



CURIOSIDADES

HUMOR